Ex -pais e a Alienação Parental

É inacreditável a quantidade de ex-maridos que se tornam ex-pais! Que omitem sua real condição financeira para não ter que pagar um valor maior de pensão aos filhos...
O mesmo filho que ambos desejaram, amaram e sonharam um dia ter!
Este mesmo filho torna-se então uma arma vergonhosa de disputas, acusações e joguetes irrelevantes, onde somente a criança perde!
O camarada tem a cara de pau de muitas das vezes pagar dois advogados para defender seus "direitos" diante de uma vara de família, mas não tem a capacidade, a honradez, a hombridade de ser PAI!
E quantas mulheres impregnam a mente de seus filhos contra seus ex-maridos?
Ambos imbuídos de orgulho ferido, egoísmo e revanches que em nada acrescenta!
A alienação parental chegou a tal ponto que criou-se o Projeto de Lei 4.053/2008 aprovado pela Comissão de Seguridade Social da Câmara dos Deputados, no último dia 15 de julho.Nesta Lei, o genitor que tentar afastar o filho do ex pode perder a guarda e, se descumprir mandados judiciais, pegar até dois anos de prisão.
É fato que existem pais coadjuvantes, mas e aqueles que amam verdadeiramente seus filhos e que são obrigados a manter a distância? E esses filhos? A Lei é clara:
http://www.planalto.gov.br/ccivil/LEIS/L8069.htmhttp://
O que muitos esquecem é que o "direito" é da CRIANÇA! Claro que cabe ao juiz decidir cada caso, mas em muitos deles o que prevalece é o desejo da mãe ou do pai de vingança...
É bom lembrar que a Lei de Alienação Parental vem reforçar os direitos das crianças, tornando assim abuso moral por parte do conjuge que o pratica.
http://http://www.bringseanhome.org/forum/showthread.php?t=877

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Homem morre quando deixa de Sonhar!

Sobre Abraços...