BASTA UM CLIQUE!

Nada como um dia após o outro para sarar nossas feridas, para clarear nossas mentes e desanuviar nossos corações. As vezes nos deixamos sobrecarregar pelo dia de amanhã como se já o vivêssemos ainda no dia de hoje. Nos abarrotamos de dúvidas, medos, ansiedades desnecessárias, pois o dia de hoje ainda não findou e o de amanhã sequer sabemos se o viveremos...
Talvez seja a tal da globalização, onde vivemos num mundo cada vez mais apressado e com tantas informações que daqui a pouco já não sabemos mais o que valia em dois segundos atrás. O volume é tão grande que nos perdemos em meio a enxurrada de novas tecnologias, senhas, chips... basta um clique e pronto, resolvido o problema!
Será??? Será mesmo??? Então, porque a nossa ansiedade também não passa e não vivemos mais tranquilos? Se basta um clique...
Mas o clique principal ainda não aprendemos a dar! Vivemos na ânsia de resolvermos tudo ao mesmo tempo, o tempo todo!
Somos como gado novo, empurrados de cá pra lá e de lá pra cá, pensando que tudo sabemos, quando apenas repetimos aquilo que nos é ensinado.
Somos apenas um número nas estatísticas... como produtos com códigos de barra! Um número ao nascer e outro ao morrer... e não percebemos a maravilha que é a vida, pois estamos ocupados demais com o amanhã!
Quantos de nós realmente ainda consegue admirar um por-do-sol? Quantos de nós ainda nos alegramos com as coisas mais simples da vida, como um sorvete na esquina?
Estamos tão envolvidos na ciranda financeira, adquirindo coisas que sequer sabemos ao certo qual é a utilidade, que poucos ainda conseguem suspirar ao ver o sol nascer!
O tempo hoje é o nosso maior inimigo! Creio que se o homem pudesse ele criaria um dia de 48 horas e mesmo assim, iria faltar tempo para ele mesmo!
Basta um clique, eu disse! E realmente é! Basta um clique e podemos desligar a nossa mente do amanhã e viver apenas o hoje, com todos os elementos que ele já nos traz! Cada dia o seu próprio veneno... sem arrecadar para hoje o veneno designado para amanhã!
Podemos viver um dia de cada vez, para não corrermos o risco de encurtarmos os dias que ainda nos restam com coisas que sequer ainda vivemos! Basta um clique!

Comentários

  1. Nooooooooooosa, minha mãe está escrevendo muuuuito. Amei! Bjs

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigada por seu comentário! Mia Malafaia!

Postagens mais visitadas deste blog

O Homem morre quando deixa de Sonhar!

Por Um Fio