Sou louca, e dai?

Dizem que sou louca!
Que deveria desistir...
Tá, eu sou louca e dai? Se a loucura é minha deixem-me vive-la...
Quero saboreá-la em cada vão momento e poder descobrir se é loucura ou não!
E quem pode dizer o que é a razão?
Se para ser normal tenho que desistir de meus sonhos, então que graça há em sê-lo?
Desejo sucumbir ao inferno, sentir o gosto amargo do fracasso, mas saber que vivi...
Que não me ausentei de mim, antes e sempre acreditei!
Mesmo entre altos e baixos, entre risos e lágrimas... mas tentei!
E quem não tenta, o que tem para contar?
Senão a frustração do que não viu... senão o purgatório da auto flagelação!
Abaixo a normal covardia dos acomodados; abaixo!
Sou mais que um sonho, sou utopia!
Que a minha loucura seja contagiante e outros loucos passem a existir!
Mas triste do que não ter tentado é a triste certeza de que se acovardou...
Sou louca, sim... por opção! E quem não é não sabe o que diz!
Somente os loucos sobrevivem, somente os loucos sabem ousar!
Não adianta traçar retas, temos que vencer as curvas... não adianta medir espaços, temos que ampliá-los!
O sol aquece a todos, mas a sombra tem que ser conquistada...
Acabrunhar-se com o que poderia ter sido é castigo, prefiro as certezas firmes de solos em que me aventurei.
Prefiro o reflexo enrugado no espelho pelas noites mal dormidas, do que o viço póstumo de quem nada acrescentou.
Não vim ao mundo à passeio! Tão pouco para agradar a todos...
Vim para contornar meus obstáculos, como aqueles que me chamam de louca!
Pois louco é quem não acredita em si mesmo! Louco é o covarde enciumado e invejoso que nada na vida conquistou!
Quero me olhar no espelho e poder dizer que venci... que não me deixei vencer pelo cansaço de dias, anos, enfim... que fui além de mim mesma, por acreditar num final feliz!
Não quero a mediocridade dos acomodados, não quero a compaixão dos enlutados, nem a cadavérica morbidez de quem morre ainda em vida!
Quero as sensações! Todas elas! Para ter certeza de que tudo valeu a pena!

Comentários

  1. Que texto é esse MIA?
    O MUNDO precisa ler isso!
    MARAVILHOSO texto,saiu de dentro da alma.
    Está de Parabéns!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigada por seu comentário! Mia Malafaia!

Postagens mais visitadas deste blog

O Homem morre quando deixa de Sonhar!

Sobre Abraços...