POIS É!

Pois é, hoje você não sabe de mim...
mas ontem, não era bem assim!
Todo o meu riso era seu
e os seus passos se confundiam com os meus,
como todo casal deve ser!
Mas eu lhe disse que um dia
Você se arrependeria...
por me fazer sofrer!
E lamentaria as palavras doces que nunca ousou dizer.
E eu sei que os seus sonhos estão vazios,
a sua alegria é sem graça
sorri apenas por pirraça,
pra não dar o braço a torcer!
E sei da sua solidão
dos dias sem tesão...
da agonia que te domina!
O meu olhar te persegue,
o meu riso te fascina,
lamentas o que foi teu
e que agora te ignora!
Pois é... sentimentos mudam
a vida segue!
Hoje, sou livre... mas já te amei!
E por você até chorei,
mas foram lágrimas passadas.
De um ledo engano que não volta
Pois da vida, quero a verdade
de quem ama sem vaidade,
de quem por mim tem amizade,
lealdade e muito amor!
Hoje, você não sabe de mim,
pois eu quis que fosse assim,
eu bem distante de você, embora...
Você tão perto de mim!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Homem morre quando deixa de Sonhar!

Por Um Fio