QUEM AMA, CUIDA!

CRIANDO UM DELINQUENTE!

Primeiro Passo: Comece já na infância, dando tudo o que ele quiser. Assim, quando crescer, ele acreditará que o mundo tem obrigação de lhe dar tudo o que deseja!

Segundo Passo: Quando ele disser nomes feios, ache graça! Isso fará com que ele se sinta interessante!

Terceiro Passo: Nunca lhe dê orientação religiosa! Espere que ele tenha idade suficiente de decidir por si mesmo...

Quarto Passo: Apanhe tudo o que ele deixar jogado: livros, roupas, sapatos, brinquedos. Faça tudo para ele, para que assim ele aprenda a jogar sobre os outros toda a responsabilidade.

Quinto passo: Discuta com frequência na frente dele. Assim não ficará muito chocado quando o lar se desfizer mais tarde.

Sexto Passo: Dê-lhe todo o dinheiro que ele quiser. Nunca o deixe ganhar o seu próprio dinheiro... afinal, por que ele terá que passar pelas mesmas dificuldades que você passou?

Sétimo Passo: Satisfaça todos os seus desejos de bebida, comida e conforto. Afinal, negar algo poderá acarretar frustrações prejudiciais no futuro!

Oitavo Passo: Tome partido dele contra vizinhos, professores, policiais, seu próprio marido ou esposa, avós... afinal, todos tem má vontade para com o seu filhinho!

Nono Passo: Quando se meter em alguma encrenca séria, dê esta desculpa: " Nunca consegui dominá-lo". " Ele tem um gênio difícil"...

Décimo Passo: Prepare-se para uma vida de desgostos. É o seu merecido destino. Parabéns, você acaba de criar um delinquente!

Mas se você quer criar um cidadão honesto e que respeita os direitos dos outros, então dê limites ao seu filho!
Culpar os outros não tira de você a responsabilidade, afinal quem ama, cuida!

Jornal: Papo de Crente, dezembro de 2007.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Homem morre quando deixa de Sonhar!

Sobre Abraços...