Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2010

Ano vai... Ano vem!

Ano vai...ano vem... promessas que não se cumprem;desafios a conquistar. É sempre assim, não importa em que lugar do mundo estejamos.
Tudo igual.
Sempre pensamos que o ano que vai foi péssimo, cheio de adversidades.
As coisas boas ficam esquecidas... como se não tivessem existido.
Esquecemos as minúcias...as flores que desabrocharam, as que caíram, as que enfeitaram, as que nos deram ou apenas as que visualizamos.
Concentramo-nos em relatar os maus momentos, como que a exorcisá-los para os dias vindouros... como numa espécie de amuleto.
Mas, ano vai... ano vem!
E na correria dos dias, não vislumbramos a vida.
A correria é obsessiva, caótica.
Criamos uma expectativa excepcional para os dias que se aproximam e fazemos orações e súplicas por um novo amanhecer.
Esquecemos da primeira mudança... àquela que pode mudar todo o resto.
Esquecemos da mudança íntima de atitude, de vontade, de sonhos.
Não se pode mudar o mundo sem que primeiro haja uma revolução interna, única!
Somos contra isto ou aquilo, …