Pense antes para não chorar depois!

Um minuto de espaço televisivo custa uma verdadeira fortuna, mas todos os anos nos deparamos com vários minutos de propagandas eleitorais, pagas por nossos caríssimos impostos. E como o tempo é mal dividido! Uns recebem mais tempo que outros... uns falam mais asneiras que outros, enquanto que outros apenas aparecem bem na foto. E como são tediosos...
Mas o mundo é assim desde que se criou.
O que intriga muitos de nós é a capacidade de que cada um tem de lesar o cidadão com promessas vãs, que nunca sairão do papel ou que jamais sequer serão de fato escritas.
Outro fator bastante interessante é que ao mesmo tempo em que se criticam, também se beijam. Lados opostos que se atraem? Não sei... talvez seja isso. São tantas coligações! Gente que nunca se amou e que de repente estão aos beijos.
Uma coisa é certa apenas uma minoria se beneficia de tantos conchavos.
Existem determinados políticos que fizeram de seus cargos eletivos verdadeiros empregos vitalícios... nem preciso citar nomes, basta ler os jornais ou assistir aos noticiários. São sempre as mesmas figurinhas engravatadas e cheias de palavras que meia dúzia ainda consegue entender, haja vista que a educação em nosso País vai de mal a pior.
Assim também como a saúde... esta nem podemos falar muito pois corre o risco de falecer!
Lamentável! Gostaria de escrever sobre uma outra realidade...
Uma realidade onde o cidadão fosse reconhecido como tal, ganhasse o suficiente para sustentar sua família com dignidade e não houvesse tantos "cartões esmolas" a serem distribuídos como se isto fosse algo a ser elogiável.
Mas nossos eleitos não tem do que reclamar... podem até mesmo dar-se ao luxo de aumentar os próprios salários! Salários poupudos diga-se de passagem...
Enquanto que o trabalhador comum, recebe um contra-cheque repleto de descontos descarados e que mal sabe onde realmente tais descontos vão parar.
E se pensarem em aumento; só se for de trabalho!
Temos UPPS, UPAS, e tantas outras siglas que acredito que isto confunda o pobre cidadão na hora de buscar por socorro... onde rir? Na UPA ou na UPP?
Quantas siglas serão necessárias para que o Brasil tenha algo de concreto a apresentar aos seus filhos?
Elegemos uma mulher! Acreditamos que uma mulher teria sensibilidade, tato , acima de tudo coragem de romper com velhos jargões...
Bem; ainda nos restam alguns anos pela frente...
Ainda nos resta a esperança de que o povo brasileiro aprenda a pensar em quem eleger no próximo pleito, afinal serão eleções Municipais e que atingirão diretamente o cidadão comum.
Não vote em candidato relâmpago que só aparece em épocas festivas, para marcar presença.
Não vote em quem nada fez pela sua comunidade, pois se em quatro anos não conseguiu o mínimo, não conseguirá obtendo mais quatro, isto por pura incompetência mesmo.
Nem vote em quem lhe compra o voto, pois deste nada poderá cobrar depois, foste vendido!
Vote acima de tudo em campanhas sérias, com idéias sérias, com compromissos razoáveis de serem cumpridos e não em ladainhas decoradas especificamente para lograr você.
Não caia na ilusão do candidato que pensa que vai mudar o mundo porque ele não vai conseguir nada senão mudar a vida dele mesmo. A primeira providência do camarada ao ser eleito é mudar de bairro.
Ainda há tempo de pensar, refletir e não cair na mesma cilada de sempre.
Nenhum deles vai mudar o sistema, antes vão se adequar à ele; mas pelo menos vote naqueles que tenham uma luta, uma verdadeira história de compromisso com a sua comunidade, que você conhece, que você sabe que não é santo, mas que também não é tão feio quanto os que lá já estão.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Homem morre quando deixa de Sonhar!

Por Um Fio