Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2012

Sou Mia!

Imagem
Refugio-me no silêncio.
Reinvento-me nas lembranças.
Reconcilio-me na dor!

Sou nada, sou fraca.
Sou só!

Não quero meias palavras...
-- Pois inteira, sou!

Refrigero minha alma
Quero paz, quero calma
Quero amor!

Recomeços, risos e tropeços...
Sonhos, vividos e sofridos
Tudo aqui!

Vida em desalinho,
Corpo sem carinho
Pedaços de mim...

Reconstruo-me em verdades
Desfaço-me de  ti!

Sem tormentas, sem frescuras
Num silêncio sem lamúrias
Vou deixando de ser!

Encontro-me na essência
do meu nada.
Louca, feroz, abandonada...
Simples, tola, apaixonada!

Reorganizo-me. Refaço-me. Recrio-me!
Silêncios ininterruptos... companheiros.
Raciocínios da verdade, absolutos!

Perco-me em achados valiosos,
Destruo velhos conceitos.
Sou sombra, sou brisa, sou canto.
Sou luz!

Decifro-me no tempo...
Nem sempre curto,
Onde pontos e vírgulas se acham
Num emaranhado de reticências...

Encontro-me... releio-me!
Sou cria, sou forte, sou Mia!






A Dor da Condenação!

Os meios de comunicação cada vez mais anunciam casos de estupros seguidos de morte.
Falamos de leis mais severas, falamos de reestruturação penal, falamos de ressocialização, mas não falamos na dor dos familiares que perdem seus entes queridos e vêem o Estado falar em indenização; como se isto fosse apaziguar a ausência, a saudade, a lembrança!
Nenhum valor financeiro é capaz de apagar a dor da perda de quem se ama!
Quem fica, sofre!
Quem vai, deixa marcas!
E quem comete o crime, nem sempre se arrepende.
O assunto fica ainda mais pungente quando se trata de crianças...
Nenhum pai ou mãe se conforma.
Gera-se um filho com a espectativa de vê-lo adulto, feliz!
A perda abrupta, significa frustrações de sonhos... dor que dilacera a alma; que fragiliza, que desumaniza.
Não raro,  vemos casos em que a "justiça" é feita  com as próprias mãos.
Na ausência do poder público, a dor supera a razão e cria o justiceiro...
A dor é cega!
Muito recentemente vimos o caso da mulher que se …
Imagem

Nada de Novo!

Estamos em ano eleitoral e vemos uma gama de candidatos afoitos por conquistar a confiança da população. Todos prometem aquilo que o eleitor está ansioso por ver resolvido. Todos tem a fórmula mágica que resolverá todos os problemas sociais...
E haja distribuição de beijos em criançinhas, abraços fraternais, tapinhas nas costas, sorrisos largos...
Cenas que presenciamos a cada eleição!
Pena que uns poucos estão realmente mobilizados e engajados em soluções verdadeiramente viáveis aos cidadãos. Não invariavelmente alguns desavisados e sem noção, prometem coisas que estão além de sua alçada...
O que vemos nas ruas é um derrame de placas, santinhos, galhardetes... faixas! Dinheiro público que deveria ser investido em educação, transporte, saúde, segurança pública, saneamento! Dinheiro público que vai pro lixo, após 7 de outubro.
Tivemos uma batalha para conseguir a Lei dos Fichas Limpas e no entanto, teremos fichas sujas concorrendo a cargos públicos livremente, como se nada tivesse acon…

CARA de LEÃO! - Pelo ponto de vista da Vítima!

Imagem
"Alice desejou morrer naquele momento. Sabia que vizinho algum viria até ali... ninguém iria lhe salvar, ninguém se importava... as lágrimas desciam quentes por seu rosto apavorado, o desespero invadiu seu coração...
Sentia uma dor além do corpo físico... não era apenas pela violência sexual que estava sofrendo, mas era algo ainda maior, mais forte, mais cruel. Era como se estivessem lhe dilacerando a alma.
Alice não saberia dizer quanto tempo ficou ali, estirada no chão, o corpo dolorido, a alma em frangalhos, com o desejo ardente de que o mundo deveria acabar..."

O texto acima foi retirado do livro CARA de LEÃO, de minha autoria.
Trata-se de um breve ensaio do que sente uma vítima de abuso sexual.
Uma criança vítima de algo tão aterrador, perde totalmente a confiança no ser humano, na instituição familiar que deveria protegê-la e que em muitos casos, torna-se seu algoz.
O livro quer trazer para sociedade temas para reflexão pelo ponto de vista de quem passou pelo drama de te…

Tipos de Abusos Sexuais!

Imagem
http://www.abcdasaude.com.br/artigo.php?5
Existem quatro categorias distintas de abuso sexual: pedofiliaestuproassédio sexualexploração sexual profissional Em todas elas, existe necessidade de tratamento tanto dos abusadores, quanto das vítimas. Não é raro ocorrer que a vítima torne-se um abusador no futuro. Pedofilia Sinônimo
abuso de menores, incesto, molestação de menores
A Pedofilia é um transtorno parafílico, onde a pessoa apresenta fantasia e excitação sexual intensa com crianças pré-púberes, efetivando na prática tais urgências, com sentimentos de angústia e sofrimento. O abusador tem no mínimo 16 anos de idade e é pelo menos 5 anos mais velho que a vítima. O abuso ocorre em todas as classes sociais, raças e níveis educacionais. A grande maioria de abusadores é de homens, mas suspeita-se que os casos de mães abusadoras sejam sub-diagnosticados. Existem 4 faixas etárias de abusadores: jovens até 18 anos de idade, que aprendem sexo com suas vítimasadultos de 35 a 45 anos de idade qu…

Oportunistas da Fé!

Durante muito tempo buscamos à DEUS em templos, em orações modelos, em diversos tipos de dogmas e superstições...
Buscamos respostas práticas para nossos dilemas e problemas e disfunções.
Queremos soluções!
Buscamos respostas que vão além do nosso entendimento.
Talvez por sermos restritos... talvez por não sabermos entender as respostas...
A verdade é que muitas vezes aceitamos receitas prontas que de nada adiantam.
A vida se tumultua, se agita, acumula, angustia, desespera...
Andamos de um lado para o outro como cegos em tiroteio, como presas fáceis aos oportunistas da fé.
Pregam um céu de recompensas em troca das nossas ofertas, cujo único bem que fazem é o enriquecimento dos mesmos...
Deus é Essência!
Não é carro do ano, não é roupa bonita, não é o numerário de nossa conta bancária!
Deus é Espírito!
Não é feito de palavras doces e bem executadas, aptas a dar o bote!
A maior de todas as recompensas ao ser humano, seria apenas a vida eterna... na morte?
Não sei! Mas esta é a única pr…

Felicidade!

Imagem
O que é felicidade? Um estado de espírito? Momentos?
Cada um tem a sua classificação para este sentimento.
Muitos dizem que felicidade não existe!
Mas na verdade é o que todos buscam... ser feliz!
E ser feliz é algo que permeia sonhos.
Cada um tem o seu conceito, a sua maneira de viver e de sentir.
Independentemente da cor da pele, do sexo, da religião,das dificuldades, estamos sempre nos dando mais uma chance.
Felicidade é algo mágico, feito pra ser vivenciado, não dá pra inventar, nem pode ser negociado.
Felicidade se sente!
Não necessariamente tem que estar ao lado de alguém...
Pode-se ser feliz por nada, apenas por estar vivo... pode-se ser feliz por tudo!
Tem gente que é feliz com pouco, outros com muito!
Felicidade não se discute, felicidade não se vende!
Ovo frito, caviar, sandálias de dedo ou salto alto... cada um tem seu jeitinho de ter para si a tal falada dama!
A verdade é que quando se está feliz, vê-se o mundo com outros olhos...
A respiração é diferente, o andar fica lev…
Imagem
Livro da jornalista Jô Ramos. O livro Violência Contra Mulheres. Dê um Basta! é um grito, um desabafo sobre as estatísticas referentes aos assassinatos, de mulheres brasileiras, tão banalizados no país. Uma crítica direta às políticas públicas e ao tratamento que é dado a esses crimes pela imprensa, cultivados nas páginas policiais dos jornais, quando deveriam ocupar lugar de destaque em cadernos de comportamento, saúde e sociedade. Segundo Jô Ramos, jornalista, fundadora do Movimento Defesa da Mulher e auto...ra do livro: “A violência contra a mulher é uma violação aos direitos humanos e, como tal, merece ser tratada com mais visibilidade”.
No livro, encontramos endereços de todas as Delegacias Especializadas no Atendimento à Mulher e Casas Abrigo existentes no Brasil, numa tentativa de facilitar o acesso às denuncias de violência. Encontramos, também, um passo a passo de como proceder no caso de agressão, depoimentos de mulheres, entrevista com uma especialista em direitos da mul…

Estado Laico de Fato!

Grande parte das pessoas que combatem a violência contra a mulher, acreditam que a Lei Maria da Penha sirva de incentivo ao rompimento com o ciclo de violência; servindo assim como um instrumento legal para reagir.
A Lei quebra paradigmas de que não se pode intervir na situação de violência que ocorre nas relações afetivas e familiares, no ambiente privado.
O caráter multidisciplinar ao prever assistência  jurídica, psicossocial e de saúde, podem incentivar e garantir que as mulheres levem o processo de denúncia e de tratamento adiante.
Muitas vezes, a mulher que não tem acompanhamento, acaba retornando para o agressor, por dependência emocional, financeira, por vergonha da sociedade, por estar com a  saúde debilitada, por medo de ser ameaçada, de não conseguir sustentar os filhos ou por crer que o agressor venha a melhorar.
O Artigo 5°da Constituição Federal institui: "Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza garatindo-se aos brasileiros e estrangeiros …

Grito de Liberdade!

De que adianta muita fé e pouca luta?
O ser humano mesmo dotado de toda inteligência e tecnologia precisa ter garra, dinamismo, determinação.
Colocar nas mãos de Deus o seu sucesso ou o seu fracasso é apenas uma forma de abster-se da culpa por seu conformismo e acomodação.
Mulheres em situação de violência doméstica, mulheres em situação de dependência emocional ou qualquer outro tipo de violência e dependência, precisam resgatar a auto estima... mas também precisam olhar para dentro de si mesmas, sem falsos pudores, sem desculpas, com olhar franco e direcionado para o que se quer.
Se o que se quer é LIBERDADE entao há que se libertar em primeiro lugar na mente, dentro do EU interior.
Desfazer-se de tabus e credos que em nada vão acrescentar em seu crescimento como pessoa humana.
Religião não é desculpa para manter-se em situações de humilhação.
É preciso querer! Abandonar a velha imagem machista de que " Ruim com ele, pior sem ele!"
A crença nestes bordões somente contribue…

Gravidez e Consequências!

A gravidez precoce é um dos problemas mais debatidos atualmente sobre a sexualidade, uma das maiores preocupações para as famílias, que pode trazer sérias conseqüências para o futuro dos adolescentes, que muitas vezes se arrependem.
Uma pesquisa realizada recentemente no Brasil mostrou que 20% das crianças que nascem por ano, são filhos de adolescentes com menos de 15 anos, um número consideravelmente alto, e que nos últimos 40 anos só vem aumentando, causando ainda mais preocupações.
Segundo especialistas essas famílias acabam ficando desestruturadas, isso porque muitas delas não possuem uma renda familiar estável, emocional para assumir tanta responsabilidade. Muitos jovens deram o seu relato que foram expulsos de casa, o que acaba tornando mais difícil para os adolescentes, largando muitas vezes os estudos e ainda tendo que conciliar o trabalho. Geralmente a gravidez precoce não teve planejamento, acontece em meio de namoros sem estabilidade ou até mesmo em alguns casos adolescen…

Ame a Si Mesma Primeiro!

O Amor verdadeiro nunca é demasiado e não se mede assim pela quantidade ou será intensidade? Podemos falar em termos de Amar Demais ou Amar De Menos?!

Quando esta intensidade envolve emoções intensas e descontroladas da mulher se diz que ela Ama Demais! No entanto, acho que não é este o enfoque. Na verdade, ela não ama, o que ela tem em grande intensidade pode ser um intenso sofrimento baseado no Medo, no Apêgo, no Ciúme. Tudo isso envolvido em uma grande capa de Insegurança. Esta é a palavra exata: Insegurança. As mulheres "que Amam demais" estão mais emotivas e apaixonadas. No entanto, esta intensidade de emoção nem sempre significa Amor. Pode ser uma atitude infantil. A mesma que sentimos quando éramos crianças e alguém tenta nos tirar o brinquedo predileto. Esperneamos, fazemos birra, o que evoca um comportamento totalmente egocêntrico. O homem amado se transforma num alvo ou objetivo de vida. Esta mulher não Ama Demais, ela sofre demais.. todas as s…

Programa Bom dia, Mia!

Imagem
Rádio Cmunitária Nova Aliança 98,5 FM as segundas, terças, quintas e sextas feiras das 8 as 9 da manhã, Programa Bom dia, Mia!
Ligue, participe: 021 3713 8833
E aos sábados das 10 as 11 da manhã no Programa Comunidade em Ação!