Ame a Si Mesma Primeiro!

O Amor verdadeiro nunca é demasiado e não se mede assim pela quantidade ou será intensidade? Podemos falar em termos de Amar Demais ou Amar De Menos?!

Quando esta intensidade envolve emoções intensas e descontroladas da mulher se diz que ela Ama Demais! No entanto, acho que não é este o enfoque. Na verdade, ela não ama, o que ela tem em grande intensidade pode ser um intenso sofrimento baseado no Medo, no Apêgo, no Ciúme. Tudo isso envolvido em uma grande capa de Insegurança.
Esta é a palavra exata: Insegurança.
As mulheres "que Amam demais" estão mais emotivas e apaixonadas. No entanto, esta intensidade de emoção nem sempre significa Amor. Pode ser uma atitude infantil. A mesma que sentimos quando éramos crianças e alguém tenta nos tirar o brinquedo predileto. Esperneamos, fazemos birra, o que evoca um comportamento totalmente egocêntrico.
O homem amado se transforma num alvo ou objetivo de vida. Esta mulher não Ama Demais, ela sofre demais.. todas as suas emoções são negativas... e desiquilibradas.
O Amor apazigua, tranquiliza e nasce no coração daqueles que têm muito amor por si mesmos. O respeito que a pessoa tem por si própria é o bastante para se viver um amor saudável. Amar Demais é muito bom! Entrega completa de corpo e alma, pensamento e sentimento. Uma entrega solta sem amarras e sem posses. Sem controle. Assim é bom Amar Demais. Você dá ao outro seu carinho e recebe carinho. Mesmo nas fases mais sofridas, a mulher se sente forte psiquicamente para enfrentar as dificuldades sem se deixar desfalecer pela Insegurança ou Medo da Perda.
Quando somos bebês, vivemos uma fase muito sofrida. Quando aprendemos que o pai e a mãe são seres distintos.... Eles podem se afastar da gente ou ir embora. Não fazem mais parte do nosso ser. E, nesta fase, toda vez que o bebê vê a mãe se afastar, ele chora. Medo da perda.
Algumas mulheres continuam sempre muito inseguras ou dependentes emocionalmente. Sabem que vivem um relacionamento doentio ou humilhante mas não têm forças para abandonar este amor. Ou então, vivem um Ciúme intenso e acabam destruindo a relação.
Um Amor Capenga, Instável e cheio ainda de emoções infantis...
Como viver um relacionamento sadio? Ah, é ruim estar apaixonada? Não. Amar Demais é muito bom! No entanto, falo do amor maduro em que a pessoa está fortalecida intimamente.
Esta fortaleza vem da segurança interior e da confiança em si mesma. Você tem que confiar "em seu taco" e no companheiro. Mesmo nos instantes mais duros, sua couraça emocional tem que estar fortalecida. A auto estima é muito frágil no ser humano. Não somos os mesmos durante todos os dias. Dependendo de nossas emoções podemos estar mais seguros ou inseguros, frágeis ou fortes. No entanto, a essência tem que ser a mesma. A essência é como se fôsse nosso miolo interior... Tira-se a casca do pão e vem o miolo. A essência fortalecida não deixa que desabemos ante nossas emoções infantis.
Todos nós, um dia, já sofremos por Amor. No entanto, este sofrimento não pode persistir insistentemente. Nutrir-se de maus relacionamentos, maus tratos, posse, violência e ciúme possessivo. Como alimentar um Monstro e depois tentar correr dele. É preciso cortar na raiz, o Mal. Não é fácil Amar e muito menos deixar alguém que se ama, quando se sabe da impossibilidade desse amor ser viável ou saudável. No entanto, é possível você abandonar o sofrimento e escolher relacionamentos mais sadios e fortalecedores.
É preciso investigar as causas dessas dificuldades emocionais. E, por este motivo, o MADA tem um papel muito importante na vida atual. Através do testemunho de outras mulheres, tantas outras aprendem também a se fortalecerem emocionalmente.
O problema não está na Intensidade do Amor, mas na Maneira de Amar. Se você sente que está sofrendo muito no seu relacionamento procure ajuda.
O Amor no ser humano ainda é imperfeito, oscilante, mas ainda é Amor. Procure investigar dentro de você mesma porque age assim com tanta possessividade. Nós estamos muito preocupados com a forma fisica e a aparência e não cultivamos em nosso interior valores profundos como: a Fé , a Esperança, a Fraternidade. Neste comportamento pessimista não conseguimos visualizar que para cada dor há uma saída.. e que nascemos para ser felizes. Ainda não sabemos escolher o companheiro apropriado porque nossa visão está contaminada pelo momento. Tudo é muito descartável...e fugaz. Assim é que funciona agora. Fugimos de compromissos e responsabilidades, fugimos do Amor. Queremos viver o momento. Nesta escolha pautada na aparência ou em outros valores efêmeros podemos sofrer muito.
Não somos apenas um coração ou pensamento. Somos um conjunto de emoções, sentimentos e a razão. Para sermos felizes em nossas vidas, é necessário que tudo esteja em harmonia: pensamento, sentimento e emoção. Tudo começa pelo nosso pensamento e se filtra no sentimento e expressado na emoção.
Há uma saída para todos os problemas. Pense nisso! Se você vive agora um drama como este não se aflija. Procure ajuda profissional, enfim uma solução para suas emoções alteradas ou seu sofrimento.
Você é que tem que buscar a saída para seu drama de Amor. Tudo é passageiro nesta vida... até o sofrimento. Nada como o Tempo para estancar mágoas e cicatrizes de amores sofridos. No entanto, você tem que fazer a sua parte...
Você tem que se Amar Demais!...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Homem morre quando deixa de Sonhar!

Sobre Abraços...