As Lembranças da Alma!

O sofrimento de uma vítima de estupro é algo dilacerador.
As lembranças sempre existirão, isso é fato...
Mas talvez o pior não sejam as lembranças e sim, a sensação de culpa! Pois na maioria das vezes, a sociedade ainda responsabiliza a vítima, tornando-a ré de seu próprio martírio.
Sofre-se por ter sido estuprada, sofre-se por sentir-se culpada!
Culpa esta que, não existe!
Nada justifica tamanha monstruosidade!
A mulher tem o direito de vestir-se como bem desejar, independentemente de algumas mentes doentias enxergarem nisso um motivo para um ataque sexual.
Assim como o alcoolismo não pode ser usado como desculpa para o fato.
Na realidade, estamos numa sociedade hipócrita que não tendo como erradicar determinados males de seu seio; busca responsabilizar suas vítimas, causando-lhes uma dor que transcende a dor física.
As políticas públicas voltadas para as mulheres avançaram, é verdade. Mas não podemos tapar os olhos e pensar que todos os problemas foram resolvidos porque temos DEAMs, secretarias e ademais ações neste sentido. Ao contrário, estamos apenas no início de uma longa batalha em busca de igualdade de gênero e de respeito ao sexo feminino.
Mas também não podemos negar que precisamos conscientizar as mulheres de sua importância e de seu papel dentro deste contexto.
Mobilizar é um trabalho árduo...
Precisamos de políticas públicas que cuidem das vítimas, além da conscientização, prevenção e punição de culpados!
Cuidar em sentido psicológico e social!
Cuidar desta pessoa destroçada... com profissionais capacitados, com sensibilidade, com responsabilidade e acima de tudo humanizados, dentro das secretarias, das DEAMs, dos centros de referência...
Pessoas que entendam e que queiram realmente ajudar.
Não basta construir prédio bonito se não houver almas capacitadas no sentido mais amplo da palavra.
A vítima tem que ser tratada como vítima e não como ré!
O crime de estupro é algo que a mulher dificilmente consegue superar sozinha.
É uma violação pra toda a vida.
Não há como apagar da mente aquilo que dilacerou a alma.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Homem morre quando deixa de Sonhar!

Sobre Abraços...