Feita de Ácidos...

Sou feita de palavras ácidas
De pequenas e eficaz porções venenosas
Sou de gestos bruscos
De olhares frios
Sou feita de realidades
Que seus olhos teimam em não ver!

Sou forte, sou lapidada no aço dos dias
Sem frescuras, sem tempo a lamentar
Dias bons ou ruins!

Sou feita de lábios duros
Com vontade de gritar
Com explosões de verdades
Com críticas a espumar.

Não sou de causas perdidas
Sou das causas justas!
Feita no fogo da caldeira
Efervescente e crucial!
Mulher de atitude, visceral!
Mulher de essência...

Não faço firulas,
Não dou autógrafos
Não uso disfarces
Não agrado ninguém
Sou verdadeira
Antipática ou não
Sou feita de humores
Feita de cores
E não aceito "Não"!

Sou feita de revoltas
Indignações...
Moldada na lápide fria da morte
Dos que foram e não voltam mais.
Sou feita de sangue inocente
Que punge na alma
Que arde na gente
Dos que ficam na terra
E perecem por ela.

Sou feita de ácidos
Sou feita de guerra
Nas palavras, na vida
Sou feita de pedra!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Homem morre quando deixa de Sonhar!

Sobre Abraços...