Bom é Ser Criança

Bom é ser criança...
Poder correr descalço pelo chão
Poder brincar de bolinhas de sabão
Imaginando outros mundos.
Ser princesa, ser rainha
Quem sabe moço ou vilão
E olhar as  nuvens como se fossem
Flocos macios de algodão...

Bom é ser criança...
Poder dormir até mais tarde
Poder brincar de esconde esconde
Não dizer nada de concreto
Ser moleque, ser completo
Estando só com a imaginação!

Poder sujar as roupas
Subir em árvores
Pular amarelinha,
Usar duas trancinhas
Ou somente uma quem sabe...
Poder não dizer nada
Chamar mamãe de madrugada
Ganhar um abraço no portão
Gritar bem alto "já to indo"
Enquanto brinca de montão...

Bom poder ficar no colo
Olhando o mundo lá de cima
Sem a ciência da maldade
Que o homem tanto dissemina...
E um dia na memória
Poder reviver a sua história
Do tempo em que era apenas criança
E nas desventuras da vida
Poder sorrir de suas lembranças

Pois bom é ser criança...
Na inocência de seus dias
Sem pressa de partida
Onde tudo vira festa
Num olhar perdido em fantasia
Das alegrias que urgia
Nas cantigas de roda,
Na farra, na galhardia
Do tempo que se foi, como a brisa.

Bom mesmo é ser criança
E poder jogar bola
Pelos descampados campos de várzea
Ou as bolinhas de gude
Que teimam em correr sem direção...
Pega moleque, pega
E bate alto o coração!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Homem morre quando deixa de Sonhar!

Sobre Abraços...