Houve Um Tempo...

Houve um tempo em que tudo que eu desejei foi ouvir você sorrindo
Risada larga, alardeada, sem nenhum segredo...
Houve um tempo em que tudo isso era mágico.
E que acordar ao seu lado pareceria o paraíso!
Talvez tenha sido uma ilusão
Pensar que o seu amor fosse o meu quinhão
Pensar que o meu amor fosse suficiente!
Pois ao olhar o passado percebo o erro
De desejar algo assim tão perfeito
Hoje, amor escondido em meu peito
Por você nunca pensado.
Este tempo parece inimigo,
Pois sequer serviu de abrigo
Aos desequilíbrios meus...

Houve um tempo de sonhos... de toadas ao luar
Onde eu compunha versos simples
Sonhando um dia pra você mostrar.
Ingênua e doce paixão,
Hoje tão desmerecida
Durmo e acordo em solidão
Corpo cansado, mente esquecida
Perdida na vida de idas e vindas
De um amor sem solução!
Houve um tempo que tudo isso era só um detalhe
Pois me valia estar ali ao seu lado
Mesmo sendo por você, o amor rejeitado
Valia cada momento, cada vez que ouvi dizer que NÃO!

Hoje de nada vale, senão o desapego
Deste amor que é meu desassosego
E que ainda teima em habitar em mim
Não mais revestido de esperanças
Pois recuso-me a sofrer tanto assim
Mas ainda pungente nas lembranças
E ciente de que tudo que se inicia tem um fim!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Homem morre quando deixa de Sonhar!

Sobre Abraços...