Saudades...

Tenho saudades da vida
Da alegria que era andar na chuva
Dos dias frios, das sandálias sujas...

Tenho saudades do vinho
Que me embriagava em noites sem lua
Dos teus braços, das desventuras

Das idas e vindas
Minha e tua...
Andando descalça
No meio da rua.

Ah, vida que passa ligeira

Vida que logo passa

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Homem morre quando deixa de Sonhar!

Sobre Abraços...