Estar em Mim

Prefiro o silêncio.
Poder ouvir os ecos dentro de mim mesma
Os rebuliços e gritos que não calam.
Prefiro estar quieta, só!
Sem ninguém, sem palavras
Sem precisar falar, responder
Aturar ou entender quem quer que seja
Prefiro estar comigo...
Que mal há nisso?
Não me entendem
Não respeitam.
Acham que sou um "bem comum"
Para ser desfrutado, admirado
Sugado aos limites
Como uma fruta adocicada.
Preciso estar só
Estar comigo mesma
Redescobrir-me.
Vislumbrar-me em outros tons,
Outros sons.
Não me deixam...
Burlam os meus refúgios
Invadem-me!
Não há privacidade
Não há recolhimento.
Apropriam-se de mim a todo momento
Como um prêmio
Como propriedade.
Deixem-me por um segundo
E poderei voltar
Mais leve, mais serena
Mais disposta ao mundo!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Homem morre quando deixa de Sonhar!

Sobre Abraços...