Ah... O Paraíso!

Ah... o paraíso!
Enquanto tantos imaginam cenários deslumbrantes
Eu imagino o calor dos teus braços
Pra me perder e me achar num terno abraço...
Poder sentir mesmo que num segundo o teu sabor!
Ah... o paraíso!
Todas as noites bem protegida
De conchinha, bem aquecida
Sentindo a tua respiração!
Que delícia, que tortura
Ver-te a noite inteira, toda nua!
E somente imaginar o que poderia ser...
Ah... o paraíso!
Hoje vai ao longe
Nas asas da imaginação
Flutua...
Doces beijos, toques sem restrição
Suspiros que nunca suspira
Palavras que nunca murmura.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Homem morre quando deixa de Sonhar!

Sobre Abraços...