Uma Única Vida!

A vida nos dá lições a cada dia...
Não há como iniciar um caminho pelo triunfo e nem como evitar as falhas.
Somos todos passíveis de erros e de acertos.
E ao longo do caminho iremos encontrar aqueles que ficarão ao nosso lado em qualquer circunstância, aqueles que nos deixarão pela caminhada, aqueles que irão torcer por nós e até os que estarão torcendo contra... é a vida!
Faz parte da aprendizagem entender o caminho!
Demoramos anos tentando achar respostas mirabolantes para algo que pode ser simples...
Viver é algo muito simples, não precisa complicar!
Entender a vida é que fica um pouco mais difícil, mas talvez se nos despojássemos do orgulho, das vaidades, das intolerâncias...seria um bom começo.
Não ver o outro com olhar crítico demais, não apontar tanto na direção alheia, mas em sentido próprio!
Rever os conceitos, as decisões, as palavras, a forma de pensar e agir!
Temos uma  única chance de dar certo... uma única vida para contar!
E cada um de nós temos uma história para narrar a alguém, temos parte na História também!
Somos mais de sete bilhões de habitantes no mundo... pessoas diferentes, que pensam diferente, agem diferente, falam diferente... pessoas que não sabemos quem são, mas que esbarramos todos os dias em algum lugar por onde passamos!
E cada uma delas tem uma vida! Sonhos, planos, frustrações... alegrias incontáveis, segredos, emoções!
Hoje, somos tecnológicos e estamos conectados com o mundo...
Que mundo?
Temos a nítida impressão de que estamos amigos de todos... Quem?
Não seria apenas uma ilusão? Uma ótica distorcida do que é conviver?
Eu sei que ainda me faltam muitas pessoas, muitas emoções, muitas histórias a conhecer, a compartilhar, a emocionar!
Pois isso é a vida: sentimentos!
Não há calor humano quando se sente a falta de um simples abraço.
Não há referência quando não há apenas um sorriso.
Expressões de afeto, de generosidade, de simples gentilezas, simples palavras!
A vida é tão curta... tão rápida!
E o tempo escoa pelas mãos numa fração de segundo.
Num abrir e fechar dos olhos tudo se acaba e não fica nada...
Um dia os títulos estarão esquecidos num baú, corroídos pelas traças... os troféus serão ignorados e tudo que pode restar é uma foto amarelada num canto de uma sala.
Mas o calor de um afago, um beijo no portão, um abraço apertado, sempre ficam na lembrança daqueles com quem compartilhamos.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Homem morre quando deixa de Sonhar!

Sobre Abraços...