Os Nós...

Sinto-me presa num laço com tantos nós que não desfaço
Em noites frias, eu me abraço
Num frenesi, um embaraço
Que me perco no espaço
Desses nós...

Rios de lágrimas me consolam
Rios de aço me assolam
Num vai e vem descompassado de dor
Quero quebrar os desencantos,
Quero gritar todo o meu pranto
Numa desatinada de amor!
Que me devoram
Que me esfolam
Que despetala a flor!

Os nós que nos amarram
Que nos prendem e nos separam
Nunca serviram pra nada!
Liberte a alma, Libere!
E do amor se for sincero
Fique livre destas garras
Pois amor pra ser vivido
Não é preciso ter amarras!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Homem morre quando deixa de Sonhar!

Sobre Abraços...