Inquietações!

O que é certo e o que é errado?
Pode-se exigir isto ou aquilo de alguém?
Quantas idas e vindas termos que ter no caminho, até que se acerte o passo?
São tantas as inquietações...
Quem é verdadeiramente amigo?
Estamos todos perdidos?
Somos os únicos seres ditos "inteligentes" no Universo?
Ou seríamos meros fantoches?
Nunca sei tantas respostas quanto sei tantas perguntas.
Eis que a vida traça rumos nem sempre de fácil compreensão
As vezes seguimos em frente e damos na mesma direção que antes...
As vezes ficamos parados e eis que surge a solução!
Viver não tem fórmula!
Viver é simplesmente errar e acertar a cada dia.
Não adianta ter pressa, 
Não adianta querer pular etapas
Pois de uma forma ou de outra passaremos por tudo que nos cabe passar!
E talvez o grande aprendizado da vida seja este...
Um dia de cada vez!
Um passo diante do outro.
Sem grandes avalanches.
Mas somos seres compreendidos de intempestividades
Queremos tudo a curto prazo.
Talvez se observássemos mais...
Talvez conseguiríamos aprender melhor
Não somente com os erros e acertos alheios, mas consigo mesmos
Ver a si próprio é algo chocante!
Ver a si próprio é defrontar-se com uma verdade ímpar.
Somos capazes de tanta coisa...
Não somos nem a metade daquilo que esperamos dos outros
Talvez não seja a vida que é dura, 
Talvez sejamos nós o problema!
Com o livre arbítrio nas mãos ainda não aprendemos a fazer escolhas
Sempre tendemos a optar pelo mais conveniente.
E nem sempre o que convém é sinônimo de felicidade.
Nada é garantido e isto é fato!
Mas; aprender, já um um grande passo para viver bem e melhor.
E talvez se usássemos mais o espelho que a língua, conseguiríamos decifrar o grande enigma daquilo que vemos!
Pois somos nada mais, nada menos que o reflexo daquilo que espalhamos por ai!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Homem morre quando deixa de Sonhar!

Sobre Abraços...