Toda Forma de Sentir

Vamos falar de dor...
Dos sorrisos que não refletem o que sangra a alma.
Dos olhares sem vida, perdidos... além do nada!

Aquilo que tortura o íntimo
Aquilo que ninguém vê
Nem consegue alcançar.

Quantos sofrem em silêncio?
Quantos deixam de sentir?
E sentimento é algo pungente
Algo que não dá pra mentir.

Vamos falar da morte
Àquela que vivemos calados
Nos suspiros sem explicação...

Falar do sofrimento que é estar sozinho
Mesmo diante de tantos!

Os sentidos que se perdem no infinito
As lágrimas que rolam sem motivo.

Toda dor machuca como espinho
Entranhado  na pele, incômodo.
Como condenação à tristeza.

É um sentimento que tortura...

Dor é pessoal, intransferível, sem distinção de pessoas.
Dor é dor e como tal deve ser vivida,
Mas também deve ser superada.

Toda forma de sentir
Só quem sabe é quem vive
Só quem sabe é quem sofreu!
Como tudo na vida, passa!
Como águas turbulentas...
Como nuvens carregadas!

A dor um dia vai
A dor um dia vem
Mas quem sente
Vive na alma
A dor que a dor contém!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Homem morre quando deixa de Sonhar!

Por Um Fio