Amanhã...

Amanhã...
Vivemos em função daquilo que pode não acontecer...
Deixamos de fazer coisas por acreditar termos todo o tempo do mundo!
E o que é o tempo?
Não seria a fração de segundos e minutos que temos hoje?
Amanhã... e se não houver amanhã?
E se hoje for tão somente tudo o que tivermos?
Teremos então, vivido na ilusão de um tempo que nunca existiu.
Desacelere o seu relógio... atrase as horas...
E mesmo assim o tempo continuará ininterrupto, em frente.
A marcha é silenciosa, porém incessante.
E não há mais tempo a perder...
Não dá pra ser feliz amanhã, se hoje é a única certeza que temos!
Tudo pode deixar de existir num piscar de olhos...
Podemos deitar, fechar as pálpebras e nunca mais abri-las...
E o "amanhã" tão sonhado e querido vira pó.
Ame hoje! Ame muito...
Beije hoje... beije sempre!
Diga o que sente e sinta o que diz!
Na vida a única certeza pungente é que a morte um dia nos abraça..
E tendo ou não continuação, aqui resta apenas a saudade... o que não foi dito, não foi vivido, não existiu!
Veja no tempo um inimigo, pois é isso que ele é!
Os anos se aceleram, as coisas se modificam, as paisagens não são as mesmas... também não somos como éramos!
Transformamos pensamentos, ações, direções... metomorfosiamos a vida.
Não há dias melhores que os dias de consciência.
Ontem é uma doce recordação daquilo que um dia representou o futuro.
A vida não é uma eternidade... é feita de momentos, de risos, de brilho.
Eterno é somente aquilo que se vive, que acalentamos na alma.
E pode ser que não haja mais tempo para nada.
Pode ser que estejamos vivendo de histórias antigas, mofadas, sem tom.
Na expectativa de novos rumos... como se tivéssemos o domínio do tempo.
Amanhã... amanhã...
Será sempre outro dia, outra história, outra vez!
Mas nunca será melhor do que hoje!
Amanhã é senão uma doce ilusão aos olhos dos que não vêem!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Homem morre quando deixa de Sonhar!

Por Um Fio