Filhos da Ignorância!

Assim caminha a humanidade... Chamados,
filhos da ignorância!
Homens que arrotam sabedoria numa conveniência extrema para domínio de outros homens...
Religião que não suscita a fé, mas que suscita a intolerância, o preconceito, a desigualdade, a exclusão.
Governos corruptos, povo omisso!
Todos insatisfeitos, mas calados; muitos comprados por salários para uma sobrevivência subserviente... Cordeirinhos do baixo poder... Gado marcado!
Juventude sem regras, sem classe, unificada pela falta do poder público, onde direitos são colocados acima dos deveres de cada cidadão. Valores trocados! Filhos drogados! 
Tetos vazios, filhos sem lar...
Mortes tolas, por um simples cordão ou qualquer outro bem que possa fazer valer no mercado paralelo do crime, muito mais organizado que o Estado.
E a rotina que segue é  da impunidade, do descaso, dos contrastes...
Vivemos na era tecnológica, onde vídeos são postados num piscar de olhos... Onde a violência é glamorizada na tela de uma rede social. Milhares de compartilhamentos por segundo com a tragédia do outro.
Sentimentos de dor, de perda, de vulnerabilidade por um lado.
Sentimentos de indiferença pela maioria sem solução.
Autoridades perdidas em explicações sem nexo, com promessas que nunca serão cumpridas, pois nenhum deles sabe exatamente o que fazer.
O dever de casa nunca foi tão ignorado por tanto tempo...
Educação sucateada por anos de incompetência, formando uma classe facilmente dominante.
Pesquisas revelam números alarmantes  todos os anos...
Pessoas morrem todos os dias... 
Mas talvez a pior morte seja esta: A morte do intelecto!
Caminhamos no analfabetismo funcional, moral, ético, social... 
Caminhamos na lama de uma sociedade alienada, onde a mídia predominante é sucesso.
A ignorante ilusão de que nunca, jamais seremos atingidos... Até que um de nós sejamos a vítima!
Então, só então a visão é mais clara. Só então o contexto nos pertence.
Lamentável dizer que neste caminho sombrio dos dias, quem acender uma lâmpada corre o risco de ser alvejado!
Pois aos olhos do "cego que tudo enxerga e sabe discernir", uma lâmpada pode ofuscar-lhe os olhos!
A ignorância muitas vezes está camuflada de suaves toques de sabedoria, pelas linhas e entrelinhas que a mídia sabe colorir...



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Homem morre quando deixa de Sonhar!

Por Um Fio