Lá na Serra...

Então tá...
Vamos subir a serra,
Andar por entre as nuvens... Flutuar!

Um dia lindo,
Tão lindo que não há o que falar
Da luminosidade do dia
Do quanto é bom sonhar...

Sobe serra, desce serra
Vem pra praça, só que não...
Onde canta o galo
Onde nasce o riachão...

Maringá, Maromba
Vale de Sta. Clara
Vai subindo, vai descendo
Passa Visconde de Mauá...
Vem chegando seu "Franguinho"
Lá no alto, vem sorrindo
As boas vindas ele nos dá!

Olha a nuvem, olha lá
Penedo, Itatiaia
Entre curvas a bailar
Sobe errado a estrada
Que não era pra pegar.
Entre crepes, caldos
E chocolates pra provar...

Só nos resta rir de tudo
Onde a serra encontra o mar
Nas florestas luminosas
Nas estradas sinuosas
Uma árvore abraçar...

Trilha sonora entre cantos
Entre pássaros a voar
Cachoeiras de águas frias
Bambuzais para enfeitar.

Belas lembranças
Vão comigo.
Pela vida festejar
Nesta vida tão inóspita
Nessas águas me banhar.

Gente simples, vida mansa
Tudo passa devagar
Só não passa o pensamento
De um dia lá voltar!


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Homem morre quando deixa de Sonhar!

Por Um Fio