Na Luta!

Permaneço aqui, firme!
Absolutamente intrincada em lutas,
Envolta por ideologias minhas e suas, nossas!
Num emaranhado de dias e noites sem dormir
No cadafalso dos mártires imortais!
Na busca incessante de melhorias internas e exteriores...
Chamam-me: A louca! Que seja...
Perdi todos os paradigmas de sanidade
E para quê?
Ser certo num mundo  de erros...
Na minha desvairada loucura, cometo acertos!

Permaneço aqui, com garra!
Por todas nós que sofremos caladas
Por vidas que nem conheço e nunca saberei
Mas finjo saber, pois realmente sei!
E nos silêncios cheios de gritos, ouço
Cada voz que nunca será conhecida
Mas que poderá ganhar atenção.
Falo do improvável, eu sei
Mas é a minha luta, nossa luta
De todas nós!
Mulheres que caem e se erguem
Mulheres que ousam expor!
Mulheres que rasgam as roupas
Mulheres que morrem de amor!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Homem morre quando deixa de Sonhar!

Por Um Fio