Apenas...

O bem que fazemos aos outros é o maior bem que podemos fazer a nós mesmos.
Fazer sem esperar reciprocidade, apenas fazer.
Não precisa ser muito, apenas uma palavra... algo que possa aliviar o dia, dar consolo, servir de amparo. Poder servir é um ato de amor.
Não se preocupar com a ingratidão, não pensar que o seu gesto tenha que ser entendido...
Apenas doar-se!
Estender a mão, dar um abraço, ouvir em silêncio...
Elevar os pensamentos ao Universo e pedir a intercessão por alguém.
Não espere que o corpo adoeça, pois a mente adoece bem mais cedo.
Interceda por todos a quem ama, mas principalmente por aqueles que são desafetos.
A oração é alimento pra quem ora e refrigério para quem recebe.
Não mire naquilo que os seus olhos possam ver, mire no invisível, teste a sua fé!
Ponha a prova os seus limites de crer.
Não escolha hora ou local, apenas feche os olhos...
Seja hoje, seja agora, seja amanhã ou quem sabe semana que vem.
A vida exige de nós que sejamos humanos...
O amor é a chave que move todas as fechaduras da Terra.
Então, faça da sua existência um constante ato de amor, exercendo as qualidades mais que os defeitos e conscientizando-se de que um gesto vale mais que mil palavras.
E que os seus gestos sejam mais que apenas obrigação!
Eleve os seus pensamentos na sua fé e creia que tudo caminha para dar certo.
Não importa a posição do seu corpo, mas estenda as suas mãos...
Não se preocupe com as respostas, elas sempre encontrarão um caminho até você.
Desprenda-se de tudo e seja nu;  para que no momento certo ouça a única voz que nunca nos abandona.
Haja sol, haja chuva, haja o que houver... Deus é aquilo que cativamos dentro de nós!
O bem que fazemos é parte da nossa evolução, não é para obter recompensa.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Homem morre quando deixa de Sonhar!

Por Um Fio