Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2015

Antídoto!

Imagem
Eu te preciso tanto...
Necessito sorver o gole mais suave dos teus beijos
Sentir no teu abraço o calor dos teus braços
Viver cada momento como se fosse o fim!
E no entanto, ser começo de tudo
Num infinito sentir e descobrir de mim.

Eu te preciso como quem necessita de ar
Pois me falta a respiração.
Eu te preciso sempre, todos os dias
Percorrendo caminhos curtos ou longos
Num caleidoscópio sem explicação.
Preciso sim!

Eu te preciso tanto...
Como quem sente frio
E necessita de amparo
Preciso segurar nas tuas mãos.
Poder estar ao lado,
Correr, sorrir e cantar
Como se a vida fosse para sempre.

Preciso sorver o líquido da tua lágrima
E poder trazer o riso.
__ Preciso. Antídoto...

Eu te preciso como fonte de energia
Que a minha vida alumia
Num constante alvorecer
Preciso sentir que estás comigo
Nas tempestades, nas calmarias
Pois só assim posso viver.

Eu te preciso...
Como quem da vida escolhe a cor
Como quem na vida sente dor
E um antídoto vai provar
Não sei viver sem o teu amor
Pois na vid…

Você Vai Lembrar de Mim.

Imagem
Você vai lembrar de mim
Nas fotografias, nos confrontos
Nas despedidas e desencontros
Nos ramos das flores, em muitos jardins.

Você vai lembrar de mim
Nos dias frios e agitados
Nos bares, ruas, barracos
Nos silêncios mais profundos
Nos confins do mundo
Ou no conforto do gim.

Vai lembrar numa estrada
Num deserto, numa calçada
Por onde for passar
Seja nas montanhas
Seja perto do mar
Você se lembrará...

Vai lembrar dos meus abraços
Dos meus risos, meus pés descalços
Minha voz a sussurrar
Gritando de alegria
Caminhando para o mar
Vai sentir minha energia
Vai de novo me amar!

Quando a Saudade...

Imagem
Quando a saudade insistir em bater
Trazendo com ela o aroma das rosas
E você perceber  um detalhe meu...
Quando a saudade insistir em falar
Dos nossos sonhos, conversas e risos
Num total desatino de um fetiche seu...
Lembre-se de escrever na areia o meu nome
Para que as ondas do mar o apague
Na doce ilusão de esquecer
O que está gravado na alma
E não sai do coração!

Quando a saudade insistir em dizer
Que a vida é nada pra você
Que somos mais felizes estando juntos
Quando a saudade rolar em lágrimas
Pela face já sofrida
Lembre-se dos momentos felizes que
Sonhava ao meu lado...
Quem sabe assim fique esgotado
Todo sonho, toda dor
Que este sonho de amor
Proporcionou um dia!

Que esta senhora chamada saudade
Possa então, repousar mais tranquila
Numa doce lembrança de felicidade
Que ficou pra sempre
perdida!

O outro...

Viver é uma arte e conviver é um desafio!
Você quer suco de uva, o outro de abacaxi.
Você quer sexo, o outro; apenas dormir!
Nunca haverá consenso numa relação onde o amor é cobrado. Onde sexo é discussão...
O amor é um laço, um encontro. Não pode ser algo negociado, sendo ele sentimento.
O que não tem liga não dá paz...
Você vive de angústias e expectativas que são só suas.
Cria fantasias onde tudo é perfeito, mesmo tendo a vista uma outra realidade.
Não culpe o outro por sua inapetência!
Vive de relações conflituosas acreditando tratar-se de amor o que na verdade é tão somente, obsessão! Não é feliz e não faz ninguém feliz!
Quer do outro aquilo que você deveras sente, mas não consegue alcançar o outro em si!
É como ter areia escorrendo entre as mãos...
Cada vez um pouco mais... lentamente!
Perde a cada dia, por seu egoísmo, sua expectativa!
Coloca no outro aquilo que desejas, não compreendendo que o outro também se ressente.
Ninguém pode viver por você os seus sonhos, os seus anseio…

Segunda Pele...

Imagem
Eis a minha segunda pele...
Quando uma criança chora
No carro, no ônibus, na escola
No silêncio da lágrima que rola
Não são os olhos que lamentam
Mas a dor que por dentro fere
O que palavras não contam!

Anda sozinha e não confia
No ser humano ao seu lado
Que por diversas vezes obriga
Calar a voz, forçado.

Segunda pele ferida
Nos anos de dor, calado
Veste um sorriso fingido
Chorando sozinho, escondido
Do mundo, de todos, acuado!

Repúdio!

Imagem
"Posso não concordar com o que você diz, mas defenderei até a morte o seu direito de dizê-lo" ( Frase atribuída ao filósofo Voltaire).
Isso pode ser aplicado ao princípio da democracia. E assim caminha a humanidade... ou boa parte dela. Mas em se tratando de Brasil, acredito que vai mau das pernas... Não consigo entender um País como o nosso, com problemas sociais tão graves, onde a distribuição de renda é desigual e discriminatória, com tanto por fazer
 no entanto, só faz retroceder. Em um único dia, numa só votação proselitista e religiosa conseguimos retroceder uns trinta anos na História.
Que tipo de política é essa que invés de punir o agressor, pune a vítima? Fazer com que uma vítima de estupro comprove que foi estuprada não é somente um retrocesso, mas a confirmação de que continuamos sob a mão pesada de um patriarcado machista, sexista e que contribui para a impunidade.  Não precisamos de política religiosa, precisamos de política para todos. A mulher não precisa sof…

O Homem.

O homem passa a vida tentando encontrar respostas.
De onde viemos e para onde vamos?
Olhamos o passado para entender o presente, mas não sabemos ao certo o que nos reserva o futuro. Se é que o teremos!
As vezes a existência parece inexplicável.
Criamos naves espaciais, seres de outros planetas, fábulas encantadas, contos e mitos, mas não temos fatos que comprovem as teorias.
O homem continua ausente de si mesmo, talvez por procurar respostas erradas. Ou por fazer as perguntas erradas.
Busca-se por fora o que muitas vezes está por dentro. Abra a mente e talvez haja solução. Haja evolução.
A mente é um infindável recurso mal-aproveitado.
Vivemos anos, décadas e no entanto permanecemos na ignorância de nós mesmos.
Nada sabemos senão aquilo que outros nos dizem que somos!
Aceitamos verdades que não são nossas. Aceitamos uma vida de condicionamentos.
Agora encontraram água em Marte!
Enquanto que aqui damos cabo do que temos... Ironia? Talvez.
Acredito que tudo isso seja apenas reflexo de u…

Para Maria!

Imagem
Foi numa tarde de sol, numa noite de lua
Que ela saiu para ver o mar... Vestida de gente, despida, tão nua Tão bonita em sua saia estampada Moça delicada, com pele de fada, Descalça, foi caminhar!
Ela caminhou com pés descalços,  Entre muitos cadafalsos Num deserto muitos anos Procurando por amor. Encontrou tantos enganos Que o sonho abandonou!
O seu nome era Maria E um mulambo se tornou... Nas estradas, solitária Viveu sozinha, Maria... Nos desencantos da vida O amor  desencontrou!
Maria Mulambo, Maria Mulher Perdida na vida... pra tantos, vadia Guerreira, sofrida! Maria Mulambo, Maria de fé!





Sobre Expectativas

Imagem
Sofremos muito por tão pouco.
Sofremos devido as expectativas que depositamos nos outros. Imaginamos um ser humano que na verdade é fruto da nossa fantasia. Ninguém é como nós gostaríamos que fosse. A individualidade não permite que possamos moldar alguém ao nosso bel prazer.
Cada um é aquilo que se apresenta, mas os nossos olhos anelam sempre mais.
O amor é sempre generoso!
Damos qualidades e defeitos como se pudéssemos com isso compor um outro ser. E geralmente, endossamos muito mais aquilo que nos agrada, mesmo que isso nem exista de fato na tal pessoa.
Criamos no outro um ser fantástico que desmorona nas primeiras decepções.
E o culpamos  por não ser exatamente aquilo que queríamos que fosse.
As nossas expectativas cegam os nossos olhos... poucos se dão conta disso. Poucos são os que enxergam o outro sem cobrar dele o que ele não é e que nunca será.
Talvez por isso o amor se traduza de forma tão simples ao ser apenas sentido; sem tentar transformar a fantasia em realidade, deixan…

Previna-se!

Imagem
Dicas para se Proteger do Câncer:
Pare de fumar! Esta é a regra mais importante para prevenir o câncer.
Uma dieta alimentar saudável pode reduzir as chances de câncer em pelo menos 40%. Coma mais frutas, legumes, cereais e menos carnes e alimentos gordurosos. Prefira alimentos frescos aos em conserva. A obesidade é responsável por cerca de 1/3 dos cânceres.
Procure abrir mão totalmente ou limitar a ingestão de bebidas alcoólicas.
Além disso, incorpore a prática de exercícios físicos à sua rotina diária - andar, subir escadas, fazer caminhadas.
A mulher deve fazer um auto-exame das mamas todo mês. Com 35 anos de idade a mulher deverá submeter-se a sua primeira mamografia que será usada para comparações com os futuros exames.
A mulher a partir dos 20 anos deverá submeter-se anualmente a um exame preventivo do colo do útero (Papanicolaou).
O homem deverá fazer um auto-exame dos testículos todo mês e fazer avaliação da próstata a partir dos 40 anos.
Não tome sol das 10:00h às 16:00h e evite expos…

Um Pouco Mais

Imagem
Tenho escrito tanto e tudo parece tão pouco, diante do que eu quero escrever.
É que o tempo parece insuficiente, para tudo o que invade a minha mente... Talvez a vida devesse ser um pouco mais; ou nós devêssemos ser um pouco menos, não sei.
O fato é que olhando para trás é que se percebe o quanto perdemos de nós mesmos. Fomos o que tínhamos que ser? Quanto de tudo que vemos conseguimos realmente enxergar?
As vezes tenho a sensação de que vemos e sentimos tudo de modo superficial. Não temos muito conhecimento, pois tudo que sabemos é de tudo um pouco.
Somos rasos nos afetos, por exigir que também sejamos retribuídos. Somos rasos por pensarmos sermos o centro do universo...
Complexos na  embalagem, mas superficiais na essência.
Vejo tantas vidas se perdendo por nada, num consumismo desvairado de um sistema falido e opressor. Vejo tanta gente sem rumo, tanta desgraça. E em meio a escombros, vejo a fé iluminada em olhos simples, olhos de paz.
Vejo pouco ou vejo muito? Não sei. Talvez sejam…

Perdas...

Imagem
Já perdi as contas dos recomeços
Dos erros e acertos, de tantos atropelos
Se ganhei ou se perdi!
Não sei dizer quantas lágrimas derramei
Se sorri, sofri ou chorei
Se vivi ou se Morri!
Já não sei mais contar
As desavenças, os desgostos e proezas
Se fui ou voltei, se foi amor ou doença!

Troquei meus dias
Troquei meus sonhos...
Saí do prumo.
Andei tão só, sem rumo!
Fui viajante perdido
Um tanto quanto iludido
Em um universo de mim!
Andei muito calado
Feito menino encantado
Com um mundo sem fim!

Já perdi tantas vidas
Nos enlaces da partida
Nos entraves da saudade
Perdi minha felicidade
Zelo somente por ti!