O Que Tiver Que Ser

Você vai ouvir dizer que para tudo na vida tem que ter meta, foco, determinação!
E é verdade. A vida pede direção.
Muitas vezes ficamos à deriva, perdidos, sem saber pra onde ir, como e por onde começar. Perdemos o sentido de tudo. Ciclos se abrem e fecham sem a nossa permissão. Pessoas vem e vão, como se nada tivesse acontecido.
Existem momentos na vida que não temos como impedir a sequência dos fatos. Independe do nosso querer. Vai acontecer de qualquer jeito e as vezes tudo que conseguimos fazer é com que não seja o pior.
Mas, para quem?
Sempre haverá quem diga que não foi o melhor que poderíamos ter feito.
Sempre irão questionar aquilo que você pensou ser o menos sofrido, pois a dor de cada um punge de forma e intensidade diferenciada. Ninguém sente igual ao outro.
Cada um de nós sentimos de modo pessoal e intransferível.
A minha perda é diferente da sua e assim sucessivamente. O que importa pra mim não será importante pra você. Somos ímpares.
A única certeza de que se tem na jornada é que um dia tudo cessa.
As coisas vão se ajeitando, com mais ou menos tempo, com mais ou menos perdas.
O raciocínio lógico nos diz para esperar, deixar que o vento passe, que a tempestade vire brisa, que os dias se apressem...
E no fim, quem sabe tudo entre no devido lugar; pois aquilo que está destinado a acontecer, de um jeito ou de outro é o que nos encontrará.
Não temos o domínio do jogo, mas podemos vencer a partida quando o intelecto sobrepõe-se a teimosia.
Deixar fluir o ciclo da vida é respeitar o Universo que é o Senhor da razão!
Somos parte do contexto, não somos donos! Somos instrumentos.
Somos habitantes de um corpo que um dia desaparece e do qual nos despedimos para outras viagens... Nada é realmente nosso.
Então, entenda que neste momento o melhor pode não ser aquilo que você tanto gostaria, mas é exatamente aquilo que precisa.
Nisto está contido aprendizado, melhora de espírito e merecimento.
Quando o que for seu chegar, saberá que tudo valeu a pena, pois saiba que o que tiver que ser, será!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Homem morre quando deixa de Sonhar!

Sobre Abraços...