Sobre Sentimentos

Vivemos na dinâmica do bem e do mal.
Temos sempre que escolher que sentimento nutrir... não é fácil!
Fique à deriva e descubra quantos sentimentos poderá sentir... seja desprezado, seja abandonado e saberá dizer quais sentimentos irão prevalecer!
Parece que a vida vai ficando sem cor.
Como um viciado em crack, onde o mundo fica cinza...
Assim são os nossos sentimentos ao nos confrontarmos com o esquecimento.
Não tente enganar-se dizendo a si mesmo que tudo isso passará, pois pode até passar, mas o que sentimos fica na lembrança... numa caixinha de reserva, pronta a nos dizer que um dia aquilo aconteceu.
Sentimento é coisa que ninguém domina. É como ácido corrosivo. É um veneno que ingerimos sem querer!
E não se engane dizendo que só nutre o que é bom, pois assim assumirá a capa da mentira!
Todo mundo um dia sentirá mágoa, raiva, dor e cada um terá a sua dose mais forte, de acordo com o que conseguir alimentar.
Pena que o único a sofrer seja você... o outro sequer se dá conta disso.
O outro, o objeto dos seus conflitos, está alheio ao que você possa sentir...
Não pense que alguém vai amar como você, sentir da mesma forma, desejar do mesmo jeito, não!
O ser humano só consegue ser extremo nos maus sentimentos... na ira, no ódio, no que chama de ciúmes... assim o ser humano extravasa! Mata!
No amor, na alegria, na paz, tudo que se vê é contido! Parece que temos vergonha de dizer, de deixar transparecer o que é bom...
Felizes são as crianças que gritam, berram, abraçam, amam, caem e levantam sem sequer se dar conta do quanto se machucou.
Nós adultos, ficamos contabilizando os tombos, os arranhões e sempre que possível retiramos a casca da ferida, revivendo a dor, somatizando, reacendendo o que já deveria ter sido apagado.
O bem e o mal está dentro de nós... alimentados por nossas mentes doentias que ao invés de caminhar sem bagagens extras, abarrota a estrada de obstáculos desnecessários.
Aproveite os dias livres e faxine-se!
Expulse de si o lixo emocional que te impede de seguir em frente de um modo mais leve e feliz.
Não há como ser diferente se tudo dentro da gente permanecer igual
.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Homem morre quando deixa de Sonhar!

Sobre Abraços...