Guerreira

Eu posso o que eu quiser!
Não sou obrigada a nada.
Faço da vida o que vier
Não aceito ser derrotada!

Sou mulher, sou guerreira
Vou a luta com vontade
Traço metas, derrubo barreiras
Enfrento qualquer tempestade!

Já fui santa e já fui louca
Mulher de muitas fases
Nunca fui de calar a boca
Quando preciso for a verdade!
Eu posso o que eu quiser
Não sou obrigada a nada!
Da vida faço o que der
Não aceito ser derrotada!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Homem morre quando deixa de Sonhar!

Por Um Fio