Hoje.

O quanto perdemos daquilo que deixamos de fazer?
Quantos sonhos vamos acumulando no caminho por inércia ou por desistência ou ainda, por medo do fracasso? E quantas emoções deixamos de sentir...
O frio no estômago que nunca aconteceu, o vento que nunca saberemos que direção seguiu.
Todos nós temos muito daquilo que não fizemos.
Vasculhe a sua mente e busque dentro de si, nas suas verdades; os elementos perdidos daquilo que ficou esquecido por falta de coragem.
A grande maioria dos sonhos poderiam ter se concretizado não fosse a falta de audácia, as desistências, os medos, as desculpas, os entraves...
E não somente os sonhos, mas os momentos que por uma razão ou por outra não nos permitimos viver.
O beijo que não demos, o sorriso travado, os passos que evitamos, os abraços...
Palavras não amam ninguém, isto é fato!
O que faz do amor um sentimento verdadeiro são os gestos! E quantos gestos não promovemos por orgulho, por raiva, por egocentrismo. Quantos gestos travamos em nós, por nos considerarmos superiores!
E quão interessante é observarmos as crianças que, brigam e ao mesmo tempo se beijam... ali, não há o ranço dos adultos. Ali, não há nada que fique para depois. Brigam e esquecem, por compreender que o melhor é aproveitar a brincadeira.
Pena que nós, adultos; esquecemos a singeleza da criança que fomos um dia.
Acreditamos que sabemos tudo, vivemos tudo, podemos tudo, quando nada daquilo que cremos é de fato absoluto!
A única coisa realmente válida na vida é a vida que se leva, suas experiências e vivências. O ciclo da vida se encerra para todos e aquele que compreende o sentido da sua existência, conseguiu desvendar o maior de todos os mistérios...
Não perca tempo com o que passou ou o que deixou de fazer, faça-o hoje! Pois somente o hoje tem o poder de mudar o que poderá ser amanhã!
Desvende-se por páginas, invente conteúdos, onde possa alimentar a sua alma de sonhos, mas principalmente possa vivenciar cada um deles num filme multicolorido de ação e emoção!
Mas em momento algum deixe de experimentar as borboletas no estômago...
Não pense que você possui todo o tempo do mundo, isso é falso! O tempo é corriqueiro, quase um piscar de olhos.
Viva tão completamente o hoje que se não houver o amanhã, já terá valido a pena!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Homem morre quando deixa de Sonhar!

Sobre Abraços...