Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2016

Sobre Esperança.

Imagem
No mundo de tribulações, onde cada um de nós estamos sobrecarregados de problemas e aflições; fica cada dia mais difícil manter a esperança. Alguns dias são mais pesados, onde os nossos passos parecem andar em círculos e sem chegar a lugar algum.
Algumas vezes nos sentimos abatidos, como um soldado em campos de batalha!
Outras vezes somos impedidos pelo medo de fracassar... somos bombardeados pelas dúvidas e ansiedades.
Este mundo competitivo e cheio de obstáculos, muitas vezes parece nos dizer que não iremos muito longe ou que nunca conseguiremos o que sonhamos.
Pensamos no desemprego, na falta de recursos, na fome que não espera, nas dívidas que se acumulam... vamos sobrecarregando ainda mais a nossa mente, pois o que é fato não muda a realidade, apenas confirma.
Vamos cansando da luta diária, vamos andando mais devagar, vamos tropeçando pelo caminho.
Vamos em busca da luz no fim do túnel, vamos tentando não desistir.
Mas, é preciso manter acesa a chama da esperança!
Aquela fé de qu…

Relação Abusiva

Imagem
Relação abusiva é aquela onde predomina o excesso de poder sobre o outro. É o “desejo” de controlar o parceiro, de “tê-lo para si”. Esse comportamento, geralmente, inicia de modo sutil e aos poucos ultrapassa os limites causando sofrimento e mal estar.
É difícil definir quando um relacionamento é abusivo, porém, os principais indicativos de uma pessoa abusiva são: ciúme e possessividade exagerados; controle sob as decisões e ações do parceiro; querer isolar o parceiro até mesmo do convívio com amigos e familiares; ser violento verbalmente e/ou fisicamente; e pressionar ou obrigar o parceiro a ter relações sexuais.
Embora a sociedade dê maior visibilidade às relações abusivas entre casais heterossexuais, o abuso ocorre também entre parceiros do mesmo sexo.
As vítimas principalmente da violência física e abuso sexual, quando relatam a possibilidade de denunciar o parceiro, sentem medo diante de um processo que ainda é juridicamente longo. Portanto, a dificuldade em sair de um relacionamen…

Causa Mortis

Imagem
Eu tenho morrido todos os dias...
Cada dia um pouco mais.
Morro nos olhares que não trocamos
Nas palavras embutidas em silêncios
Nos constrangedores momentos em que nos permitimos dizer!
Tenho morrido nos sorrisos oprimidos
Nas longas noites de frio
Tão perto e tão longe de você...
Nas vezes em que o sol se põe e nada acontece
Nas paredes opacas do tempo perdido
Nas flores que aos poucos perdem o viço!
Tenho morrido todos os dias...
Nos muitos nós na garganta, calado
Como quem está num canto acuado
Observando você ir e vir!
Os olhos já não contemplam
Somos estranhos num ninho vazio...
Quantas chances nos demos?
Quantas vezes foi preciso dizer que sim?
E tudo seria menos doloroso
Não fosse essa certeza...
Da morte correndo nas veias
Do que fomos, do que somos e do que não chegaremos a ser...
Sim, morro todos os dias em silêncio
Pois as palavras perderam o sentido.
Não há diálogo disponível a quem não quer ouvir!

Vamos Ali...

Imagem
Vem! Vamos ali...
Não me pergunte o itinerário,
Vamos viver ao sabor do vento...
Deixar a brisa soprar nossos cabelos e
Sentir a frescura de cada manhã.
Vamos ali...
Onde o sol se põe todas as tardes em locais diferentes do mundo
Ali... naquela esquina de flores
Onde sentimos o amor pela primeira vez
Vamos deixar o som das ondas do mar
Entoar a canção de nossas vidas.
Vamos ali... vem!
Não perca mais tempo com tudo isso que rodeia
Que faz perder tempo e não leva a lugar nenhum.
Vamos correr descalços na praia
Vamos ouvir os pássaros cantando pra nós
Sinta o perfume da grama
Está na hora de acordar!
Eis que a cada instante podemos viver melhor
Todo esse sonho que é só nosso.
Vamos ali... bem ali onde o coração bate descompassado
Onde o tremor percorre o corpo
E a vida se renova num terno abraço.
Vem! Vem sem compromisso
Sem vínculos!
Vem solta, sem embaraços, vem como está!
Toca as minhas mãos, num entrelaço
Que prometo nunca mais soltar!
Viaja comigo...

Livre

Imagem
Eu necessito ser livre, completamente.
Sem que com isso haja amarras de qualquer tipo. Eu necessito!
Como quem precisa saciar a sede
E nunca se farta...
Como um pássaro que voa tranquilo
Com todo o espaço só pra si...
Talvez seja egoísmo, sim!
Mas é tão urgente dentro de mim
Quanto o ar que hoje inspiro.
Necessito desta certeza de não pertencer a nada
Lugar algum.
Tão livre que possa estar pelo tempo que desejar
Num pouso qualquer
A qualquer tempo, ir e voltar!
É como um ácido a corroer as vísceras
Percorrendo o íntimo a cada segundo
Exigindo a total liberdade de ser o que quiser
Não há algemas para isso.
Nunca conseguirão aprisionar alguém assim
Pois a urgência de ser livre punge!
E mesmo que consigam prender o corpo, a alma estará em outro lugar...
E não necessariamente por algo ou alguém
Mas por si mesmo, por saber que não seria feliz de outro modo.
Eu necessito.
Ser tão completamente livre, por ser tão livre em mim!

Machismo

Imagem
O machismo faz mulheres terem sua intimidade invadida nas ruas, receberem salários menores que os homens e ter oportunidades desiguais no mercado de trabalho, entre outros problemas. Arraigado na sociedade, esse fenômeno inclusive leva as próprias vítimas a reproduzirem falas e atitudes preconceituosas contra elas mesmas.
Todas as situações contadas nos contos de fadas diziam: os homens é que escolhem as mulheres. Por isso, para conseguir um príncipe, faça como Cinderela: seja boa, bonita, casta, generosa e prendada. Isso é fruto de uma ideologia machista, que converteu as mulheres em submissas que se estapeavam para competir por serem ‘as escolhidas’ de um homem.
Devemos parar de criticar as mulheres que assumem seus desejos e conquistas.
Freud já dizia, no começo do século 20 sobre “a inveja do pênis”. Não do pênis como órgão, mas do poder que ele representava em uma cultura machista e moralista. Nasceu com pênis, o mundo estava aberto, em todas as dimensões. Nasceu com vulva e vagina…

Esses Dias...

Imagem
Alguns dias são mais cinzas...
São expressões daquilo que vai na alma da gente.
Alguns dias são mais quentes também, por querer nos acalentar do frio interno que nos congela.
E há os dias de profundo silêncio em que a mente está em profusa confusão, com engrenagens barulhentas e que nada dizem.
Alguns dias são mais fáceis que outros e há dias em que viver fica pesado...
Todos somos suscetíveis aos dias de acordo com o que nos consome o íntimo.
Há dias de sonhos coloridos, de lutas invencíveis, de tombos dolorosos, de vitórias tão sofridas.
Dias de riso e glória, dias de choro e de luto.
Cada um de nós já experimentou dias assim...
As vezes olhamos ao redor e vemos tantas pessoas que ficamos imaginando as histórias delas! Somos únicos mas temos muito em comum... passamos pela vida seguindo a cartilha da vida; caindo e levantando, aprendendo e ensinando.
Mas talvez o que nos une seja o sentir! Todo mundo amou um dia, sofreu, sorriu, sonhou, perdeu e ganhou...
E alguns dias são feitos de…