Livre

Eu necessito ser livre, completamente.
Sem que com isso haja amarras de qualquer tipo. Eu necessito!
Como quem precisa saciar a sede
E nunca se farta...
Como um pássaro que voa tranquilo
Com todo o espaço só pra si...
Talvez seja egoísmo, sim!
Mas é tão urgente dentro de mim
Quanto o ar que hoje inspiro.
Necessito desta certeza de não pertencer a nada
Lugar algum.
Tão livre que possa estar pelo tempo que desejar
Num pouso qualquer
A qualquer tempo, ir e voltar!
É como um ácido a corroer as vísceras
Percorrendo o íntimo a cada segundo
Exigindo a total liberdade de ser o que quiser
Não há algemas para isso.
Nunca conseguirão aprisionar alguém assim
Pois a urgência de ser livre punge!
E mesmo que consigam prender o corpo, a alma estará em outro lugar...
E não necessariamente por algo ou alguém
Mas por si mesmo, por saber que não seria feliz de outro modo.
Eu necessito.
Ser tão completamente livre, por ser tão livre em mim!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Homem morre quando deixa de Sonhar!

Sobre Abraços...