É Uma Dor...

É uma dor.
Dói somente
Não há como explicar
Somente se sente.
É como dor física
Vai entrando na gente
Toma conta
Sufoca. Espreme!
É uma dor.
E dói tão somente
Que até o corpo inteiro, sente!

É uma dor
Ás vezes até tênue
Mas acumula
Enfuna. Cresce!
E não se explica
Pois é dor
Por isso sente...

Vai queimando
Percorrendo dentro da gente
Invadindo, Devassando
Arrancando o que não se pede,
É uma dor
E punge, E agride. E fere.
E tão somente se sente!

É uma dor...
E dói feito ferida
Daquelas que não cicatriza
E dói, na alma da gente
Dor que não passa
Abriga na mente
Corrói. Distorce. Dormente.
É uma dor
E tão somente
Essa dor
Que não se explica
Deveras, sente!



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Homem morre quando deixa de Sonhar!

Por Um Fio