Positividade!

Quantos sentimentos abrigamos dentro do peito? Quantos deles são positivos? Quais deles alimentamos?  Quantos deuses acreditamos ou maldizemos?
As vezes nos sentimos pequenos, incapazes, sem saída.
São horas de prostração. As horas da comiseração nossa de cada dia.
Ficamos olhando para o que não temos, para os sonhos que não se realizaram. As vezes parece que o mundo é o grande vilão das nossas frustrações, pelos nossos planos que não deram certo.
E ficamos dias, semanas, alimentando esses sentimentos de perda que só servem para estagnar a mente.
Congelamos no tempo.
A vida parece monótona e sem sentido.
Caímos no fosso da autopiedade. A tristeza cega a beleza da vida.
Deixamos de acreditar em nós mesmos. Tudo funciona para os outros mas não funciona a nosso favor.
Pensamentos assim causam dores ainda maiores e sufocam quaisquer tentativas de buscar alternativas. Embora nenhuma oportunidade nos dê garantias de sucesso, isso é um fato!
Mas toda oportunidade nos trará de volta a perspectiva de poder realizar.
Somos capazes de nos reconstruir, de nos impulsionar, nos reciclar.
Não adianta culpar os deuses pelas nossas inatividades! Sim. Ficamos prostrados esperando o dia seguinte, o famoso "depois eu faço" que significa o primeiro passo para o fracasso.
Ficamos alheios ao tempo acreditando que é um aliado. Ledo engano.  O tempo é ágil e exige de nós a mesma agilidade.
Ficar parado olhando o tempo passar e esperando um milagre não vai acrescentar nada, senão a certeza de que continuamos estagnados, com a sensação de que nada vale a pena.
Podemos mudar o que não vai bem, podemos mudar o que nos faz mal.
Mas precisamos mudar em primeiro lugar a nossa mente, aquilo que pensamos e que acreditamos ser o mal... o certo e o errado é uma questão de opinião. Mas, o mal é aquilo que nos impede de caminhar, travando os nossos passos, limitando os nossos horizontes. E a má notícia é que geralmente o alimentamos em abundância.
Sentimentos como tristeza, constante frustração, autopiedade, procrastinação não contribuem para nada, senão a nossa total insatisfação e infelicidade.
Ao usarmos a nossa mente ao nosso favor não aceitamos o pessimismo. Transformamos cada pensamento ruim em possibilidades. Como?
Ao pensarmos que  algo é impossível, passaremos a acreditar que é apenas difícil, mas encontraremos um jeito. É um exercício contínuo, mas que ao se tornar um hábito acaba por funcionar.
Podemos transformar o que não nos agrada, mas precisamos transformarmo-nos primeiro. Parar de culpar o outro por ações e fatos que poderíamos ter evitado já um começo.
Não tentar caber em algo que não é nosso é outro passo. Não querer resgatar aquilo que nos foi tirado, também... se partiu, não era nosso! Não chorar o leite derramado faz com que a vida fique mais leve.
Uma mente positiva atrai coisas positivas.
A melhor oração das nossas vidas consiste em primeiro lugar em
nos abençoar todos os dias.
Agradecer por nossas vidas, saúde, corpo... agradecer por sermos quem somos.
Tantos oram pelos outros e esquecem de orar por si mesmos. Ore por você, do seu jeito, sem palavras decoradas. Assim conseguimos nos reencontrar.
As perguntas são incontáveis, muitas são as dúvidas e queixas, mas todas as respostas estão dentro de nós.
Conseguimos chegar até aqui, mesmo diante de todas as tempestades e conseguiremos avançar ainda mais. Iremos até onde estamos programados para ir.
Todos os obstáculos são fontes de crescimento e amadurecimento. O homem não nasce provido de nada, precisa buscar e aprimorar-se. Só partimos quando alcançamos o que viemos encontrar.
Precisamos manter a mente ativa e alimentar os bons pensamentos, assim mesmo diante de todas as dificuldades e armadilhas da vida, conseguiremos produzir os nossos pequenos e importantes milagres diários.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Homem morre quando deixa de Sonhar!

Sobre Abraços...