Para Minha Mãe

Ah, minha mãe... que saudades de você!
Queria deitar no seu colo agora
Sentir o seu toque nos meus cabelos
A segurança doce e firme dos seus carinhos...
Ah, minha mãe...
Os anos passam mas a saudade continua!
Que vontade de contar tantas coisas a você...
Dizer o quanto os seus conselhos me fazem falta!
Queria dar um abraço bem gostoso...
Daqueles que não se tem mais vontade de sair.
Ouvir o som compassado do seu coração!
Você se foi tão cedo...
Tantas coisas que não foram ditas
Os netos que não conheceu...
Os risos que nunca mais deu!

Ah minha mãe... que saudades eu sinto!
Belas tardes de domingo... tantas alegrias...
Eu queria dizer o quanto lhe sou grata
Por tantas coisas que hoje eu aprendi...
Você me ensinou a ser forte, no momento em que partiu!
E sempre que me lembro dos seus olhos
Sinto como se ainda cuidasse de mim!
Acho que herdei sua alegria... seu riso alto e satisfeito com a vida
Quando de repente cantarolava na cozinha...
Tantos cheiros ainda sinto
Nessas lembranças de você e de mim!
Seu aniversário tão pertinho do meu.
Noites de Natal, sapatinho na janela...
Coisinhas simples, coisinhas nossas!

O tempo passa, o tempo voa...
O tempo levou o seu corpo
E eternizou as nossas vivências.
Andei no mundo, meio perdida
As vezes fui santa, outras vezes bandida
Mas, de toda experiência vivida
Não esqueci da sua partida!
Ah minha mãe... bom seria se aqui estivesse
E nesse momento pudesse
Afagar os meus cabelos
Hoje não tão longos quanto foram um dia
Nem tão pretos como você gostaria
Mas tão carentes quanto
De um afago seu com alegria!





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Homem morre quando deixa de Sonhar!

Por Um Fio