ALICE!

Narrar a história de Alice foi uma experiência quase pessoal.
Muito embora não se trate da minha história em si, muitos dos sentimentos foram compartilhados e colocados como elementos de veracidade.
Procurei não usar de clichês e sim ser fiel a realidade vivida pela personagem.
A Alice retratada em CARA DE LEÃO foge do esteriótipo das mocinhas e heroínas que estamos acostumados a ver... uma menina pobre, feia e sem qualquer perspectiva de vida digna, mas que consegue dar a volta por cima.
A mensagem principal do livro é a SUPERAÇÃO!
Superar a miséria extrema, superar as diversas violências sofridas, o desgosto, a solidão... superar o insuperável!
O livro nos dá uma dimensão de como uma criança sofre calada diante das atrocidades impostas à ela! Dá-nos a sensação real da fragilidade emocional em que a personagem se encontrava...
A história nos faz rir, chorar, pensar!
Os temas são fortes e se encaixam de forma tal que talvez você conheça uma "Alice"...
A religiosidade exacerbada da mãe, o dia a dia extenuante, a culpabilidade atribuida à Deus!
Quantos não culpam ao Todo Poderoso as desgraças humanas?
Alice é para ser pensada, discutida, debatida, exposta à reflexão! Muito embora tenha sido retratada num ambiente hostil e miserável, sabemos que muitas "Alices" se encontram em locais bem mais aprazíveis e acima de qualquer suspeita.
Escondidas em condomínios de luxo ou não... o abuso sexual é uma realidade covarde e que hoje assombra o mundo.
Temos os escâdanlos sexuais da igreja, que se omite, que se cala, que destroe sonhos e infâncias em nome de DEUS!
Temos pais abusadores, tios, padrastos, irmãos...vizinhos!
Alice nos faz refletir sobre a importância do diálogo franco sobre o que vem a ser um carinho e uma carícia! A necessidade da criança em confiar em seus pais para falar...
Muito embora uma criança possa mentir, é impossível que ela relate coisas íntimas as quais não tenha real acesso! Não faz parte do mundo dela... ela não tem como fantasiar em riqueza de detalhes.
Alice é uma lição para cada um de nós e se pudermos nos colocar em seu lugar, talvez possamos refletir sobre esta realidade que assola os lares do mundo inteiro e consigamos deixar de olhar para o problema como algo que não nos atinge.

Postagens mais visitadas deste blog

O Homem morre quando deixa de Sonhar!

Por Um Fio